Reunião do conselho: parte 1

Conforme prometemos, vamos postar aqui, nos dois próximos posts, nossas transparências apresentadas ao conselho deliberativo do clube, na reunião de 2 de março. A defesa verbal, claro, não poderá ser feita, mas estaremos à disposição para esclarecer qualquer ponto.

1) Objetivo: promover o posicionamento estratégico da marca Vitória por meio do fortalecimento da identidade do clube.

2) Principais características: adoção do SIM (Sistema de Inteligência em Marketing) por meio de novas plataformas de comunicação; práticas inovadoras na gestão da área com objetivo de atuar com ações de baixo custo; Divisão do departamento em três áreas distintas: institucional, comercial e sócio-torcedor.   

3) Ciclos de trabalho: a) formatação das ações; b) implementação; c) avaliação e controle.

4) Formatação das ações diferenciadas em dois níveis:

Estratégias de ciclo curto: objetivo principal é atrair novas receitas.

Estratégias de ciclo longo: objetivo principal é atuar no fortalecimento e consolidação da marca Vitória (branding), com foco no atributo intangível “personalidade”.

4.1) Ações de ciclo curto

Programa Sócio-Torcedor “Sou Mais Vitória” – realinhamento de produto;

Nova gestão do estacionamento; Clube Barradão: animação no estádio; 

Blog do Leão e Blog do Ouvidor – plataformas de comunicação; 

Licenciamento: criação do manual de licenciamento; 

Publicidade e merchandising – criação de manual;

Novos produtos – revista, rádio e TV;

Novas receitas – espaços corporativos, mídia por celular;

Vitória Bus – exploração comercial do ônibus do clube.

4.2) Ações de ciclo longo

Campanha de comunicação “Vitória 1899”: busca obter identidade de clube mais tradicional do Brasil;

Arena Barradão: busca comunicar novo conceito de entretenimento em dias de jogos e novos usos do estádio;

Memorial do Vitória: valorização da história do clube. Ativado em parceria com a Fundação Memorial do Vitória por meio do projeto Fazcultura.

Anúncios

8 Comentários

  1. Olá, gostaria o que realmente já vem sendo feito ou se tudo que foi proposto vai ficar na base da promessa.

  2. Concordo com o Paulo Brasil.
    O hino antigo é belíssimo!
    O que toca atualmente não é hino, e sim uma música em rítmo de axé.
    Hino não foi feito para dançar e sim para ouvir, refletir e admirar nas letras.
    Eu não seria radical de não tocar o outro hino mas cada um tem que ser usado nas suas devidas finalidades.

    Já imaginou o hino nacional feito para dançar?
    E os hinos dos outros clubes?

  3. Apesar de não trabalhar na área de marketing e ser praticamente leigo na mesma, acredito que o resgate de um dos mais importantes símbolos de qualquer agremiação, o seu HINO, seja uma das melhores ações de marketing, se não a melhor.
    O PROJETO VITÓRIA 1899 pode fazer uma referência do resgate do seu HINO original que considero como único e verdadeiro HINO. Esta é uma ação que se encaixa no perfil deste projeto que busca a nossa identidade e será aclamada por todos os que são apaixonados pelo clube.
    Esta para mim, é a melhor forma de mostrarmos o nosso valor e reconhecer os torcedores rubro-negros que tem grande valor e sempre está com o Vitória, não importando o lugar.
    É desta forma que erguemos o nosso pavilhão e continuaremos a erguê-lo, como também, mostramos todo o nosso poder com a hegemonia estadual que conquistamos na terra e no mar.
    Portanto, a razão de sermos invencíveis é por que SOMOS VITÓRIA ATÉ MORRER!!!

  4. Olá Paulo! Pedimos desculpa, mas não encontramos seu comentário. Por favor, nos envie novamente. Teremos prazer em publicar.

  5. Realmente to gostando muito desse site!
    Espero que, ao contrário de outros sites do Leão vinculados à Diretoria (como MeuVitoria.com, EuSouVitoria etc,), não fique no “fogo de palha”.
    Parabéns pela pauta apresentada.
    Um Blog do Leão e Blog de Ouvidoria, realmente, SÃO ESSENCIAIS!! Logicamente, com sistema de cadastro e tudo mais para evitar baixarias etc.

    Um abço.

  6. Boa tarde colegas,

    Postei um comentário a respeito do hino do Vitória. Gostaria de saber por quê o mesmo foi excluído. Não ofendi ninguém e creio que este seja um assunto a ser tratado pelo Marketing rubro-nego já que a insatisfação na torcida não é pequena.

    No auardo,

    Paulo

  7. Caro Ricardo,

    Se um dos objetivos do plano é obter identidade de clube mais tradicional do Brasil, acho que poderíamos começar pelo resgate do ÚNICO e VERDADEIRO hino do Esporte Clube Vitória, escrito pelo RUBRO-NEGO Albino de Castro e expurgar de uma vez por todas aquela RIDÍCULA e FAMIGERADA música (não podemos nem chamá-la de hino) escrita por um rival. Já que expulsamos aquele senhor do conselho ontem por ele ter ido trabalhar no rival não é nem um pouco coerente continuarmos com esta famigerada música.
    PELA VOLTA DO ÚNICO E VERDADEIRO HINO DO NOSSO ESPORTE CLUBE VITÓRIA!!!!!

    Saudações rubro-negras!!!

  8. Muito boas ações!
    Aguardamos os detalhes para maiores entendimentos.
    Acho que estão no caminho certo, o fortalecimento da marca e utilização mais forte da estrutura do clube, principalmente o Barradão.
    O torcedor é a alma de todas essas ações, ele é o consumidor a ser cativado e acolhido da maneira mais organizada possível.


Comments RSS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s